"E se tu olhares, durante muito tempo, para um abismo, o abismo também olha para dentro de ti." (Friedrich Nietzsche)

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Entre Fumos e Estrelas

Vou ficar aqui te esperando
Vou me desgastar por inteiro
Vou continuar fumando
Até encher meu cinzeiro

Você pode até achar que não vale a pena
Mas eu vejo o brilho no seu olhar
Fica aí, com seu martírio, que te envenena.
Eu só espero a cerveja gelar

Posso até parecer cruel
Mas não ligo para as suas definições
Depois queimarei este papel
Para que não vejam minhas rimas e emoções

Sou uma mulher de culhões, me respeita.
Posso mata-lo só com um olhar
Não procure por esse amor que espreita
Não finja que possas me amar

Eu já sei todo nosso rumo
Sei onde isso vai dar
Mais um Whisky, e eu fumo
Mais uma cicatriz pra colecionar

Não ficarei aqui esperando pra sempre
Não sou dessas que desata a chorar
Se não puder abrir sua mente
Então nunca poderás me amar

Nenhum comentário:

Postar um comentário