"E se tu olhares, durante muito tempo, para um abismo, o abismo também olha para dentro de ti." (Friedrich Nietzsche)

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Lamúrias de Maio

A dor parece me sufocar,
Pois o ar agora é mais pesado que o metal.
Eu sinto a alegria me deixar
E espero que chegue logo o final.

Eu corro como louca e fujo com pressa,
Para não olhar seus olhos hipnotizantes.
Digo seu nome repetidamente como uma reza.
Choro dolorosamente pelos últimos instantes.

Eu te amei, cada centímetro seu.
Não pense que eu hesitei...
Eu só não prendo o que não é meu
Num sonho que até eu mesma não acreditei.

Eu sinto uma dor forte.
Sinto o peso desse triste fim.
Juro que eu preferiria a morte,
Do que saber que você que escolheu assim.

Trocando um amor sincero por um desejo.
Preferindo me fazer sangrar do que sorrir.
Existe dor por tudo o que eu vejo,
Tentando arduamente viver sem ti.

Eu não vou procurar entender
E nem esperar você voltar..
Eu choro hoje por eu escolher você
E por você ter escolhido me fazer chorar!